Principal articulador da reforma da Previdência até o momento, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ameaça deixar o posto porque tanto não vê reconhecimento do governo Bolsonaro pelo trabalho que tem feito, em contraposição à falta de articulação política do Palácio do Planalto, quanto pelo fato de ser achincalhado na internet pelo vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), filho do presidente da República, que turbinou a disputa por espaço travada entre Maia e o ministro Sérgio Moro.
Irritado, Maia ligou para o ministro Paulo Guedes, que procurou acalmá-lo, informa o Estadão. Jair Bolsonaro foi um dos que entraram no caso para apagar o incêndio em busca de um “basta” à guerra no ambiente digital.
Portal MA+ no Facebook — Instagran  — Twitter WhatsApp 98434-6482