Reconduzido à presidência nacional do PDT, nesta segunda-feira (18), o ex-ministro Carlos Lupi anunciou que o partido vai se posicionar contra a Reforma da Previdência que está sendo discutida no Congresso Nacional. A convenção teve como tema uma homenagem aos 100 de nascimento do ex-presidente João Goulart, celebrado no dia 13 de março.
Do Ceará, por meio de um vídeo, gravado durante a Convenção, Ciro Gomes, reconduzido à Vice-presidência Nacional do PDT, destacou a atuação da bancada federal pedetista quanto ao posicionamento do partido em relação às propostas do governo, sobretudo à da Providência, e informou que tem percorrido o Brasil, mobilizando a militância, sobretudo os jovens, quanto à oposição crítica realizada pela legenda.
Ciro frisou a importância de se descentralizar o debate da reforma, atualmente restrita à Brasília, e levar a discussão para todo o Brasil, estimulando a discussão nas Assembleias Legislativas, Câmaras Municipais e nas organizações de classe, como policiais e professores.
“Essa é a tarefa: aprofundar o debate; pedir que se esclareçam as dúvidas, pedir que não se faça uma reforma da Previdência pesando em cima dos mais pobres e observando todos os privilégios”, alertou Ciro.
Também visando a democratização do debate político, Lupi anunciou o lançamento da plataforma PDT Digital, ferramenta que tem como objetivo aproximar o cidadão brasileiro do partido, como um estímulo à interação por meio de um canal direto de comunicação, 100% online, como o procedimento de filiação no partido.
“Nós temos que entrar na era digital. Nós temos que fazer essa comunicação com o povo brasileiro. Temos de alertar o povo quanto ao que está feito no Brasil”, disse Lupi, sobre a nova ferramenta de comunicação do partido.
Portal MA+ no Facebook — Instagran  — Twitter WhatsApp 98434-6482