Em fevereiro deste ano, 67 parlamentares (veja os nomes no final) que informaram ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) patrimônio superior a R$ 1 milhão receberam auxílio-moradia da Câmara dos Deputados. Desses, 30 declararam mais de R$ 2 milhões; sete, montante superior a R$ 5 milhões; três, valor que ultrapassa R$ 10 milhões; e um acima de R$ 20 milhões. Entre os bens elencados, há imóveis, terrenos, carros, jet ski, joias e objetos de coleção, como móveis e obras de arte, além de aplicações financeiras, e até vacas.
A lista com os nomes de quem recebeu a contribuição no mês passado ainda não está disponível no Portal da Transparência da Casa. Uma relação de 153 parlamentares foi obtida pela reportagem por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI). Somados, foram pagos benefícios no valor de R$ 602.793,83 no mês.
Acompanhe na integra levantamento foi feito pelo site Metrópoles
Portal MA+ no Facebook — Instagran  — Twitter WhatsApp 98434-6482