Após a presidente afastada Dilma Rousseff deixar claro a sua intenção de não participar da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos, os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010) e Fernando Henrique Cardoso (1995-2002) também recusaram os convites do Comitê Olímpico Internacional (COI).

Lula e FHC confirmaram à Folha de São Paulo as recusas para a cerimônia marcada para o dia 5 de agosto, no Rio de Janeiro. O COI convidou os dois ex-presidentes com o aval de Michel Temer (PMDB), atual presidente interino.

Em entrevista à Rádio França Internacional na última segunda-feira (25), Dilma Rousseff afirmou que não pretende participar dos Jogos Olímpicos “em uma posição secundária”.

 “Porque em primeiro lugar esses Jogos são fruto de um grande trabalho do ex-presidente Lula, no sentido de trazê-la para o Brasil. Em segundo, houve um grande esforço do governo federal que viabilizou a infraestrutura dos Jogos”, justificou.

Segundo a Folha, os ex-presidentes José Sarney (1985-1990) e Fernando Collor de Mello (1990-1992) também foram convidados. Collor declarou que não recebeu o convite, enquanto Sarney não foi localizado.