A extremista Sara Geromini, de codinome Sara Winter, teve a prisão temporária prorrogada por mais cinco dias, por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) proferida na tarde desta sexta-feira, 19.

Sara é líder do grupo bolsonarista 300 do Brasil, que prega medidas antidemocráticas e desobediência civil. O STF também estendeu por mais cinco dias a detenção preventiva da colega de Sara, Érica Viana de Souza.