Uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Santa Inês/MA, na tarde deste domingo (24), prestou auxílio ao condutor de uma carreta baú (carroceria fechada) que ao trafegar no km 261 da BR 316, sentido Bom Jardim/MA, pela pista que passa por fora da cidade de Santa Inês, atolou em uma das alças do retorno e entroncamento com a BR 222.
O condutor da carreta acabou arriscando e tentou atravessar a grande vala coberta pela água. O veículo trator conseguiu passar, mas a carreta não teve a mesma sorte e acabou atolando. A combinação de veículos recebeu ajuda para conseguir sair do buraco e prosseguir viagem. Outros veículos de carga também atolaram e precisaram da ajuda de guinchos ou de outros veículos de carga para saírem do buraco.
No sentido contrário, de Bom Jardim para Bacabal, o deslocamento não foi prejudicado, sendo possível usar normalmente a pista por fora da cidade. O DNIT foi informado da situação e deverá providenciar o conserto o quanto antes.
Cratera próximo a Boa Vista do Gurupi
Durante a noite de sábado (23) e madrugada de domingo (24), equipes contratadas pelo DNIT/MA trabalharam para consertar um trecho da BR-316, no munícipio de Boa Vista do Gurupi/MA, a 10km da divisa com o estado do Pará. O ponto da rodovia foi corroído pelas águas e, não fosse a intervenção das equipes, já teria desmoronado e intrditado novamente a citada BR.
Os trabalhos continuaram durante este domingo e prosseguirão até a conclusão total. Outro trecho que exigiu pronto emprego no conserto foi no km 189 da mesma BR em Zé Doca/MA, quando a via teve um ponto de 10m totalmente levado pelas águas de um açude, que transbordou. O trecho foi entregue à circulação de veiculos 24h após o rompimento.
Riscos de erosão exigem maior atenção dos condutores
As chuvas dos últimos dias estão provocando transtornos e estragos na infraestrutura das rodovias e de muitas ruas e avenidas nas cidades do estado do Maranhão. O asfalto de vários trechos de rodovias federais estão bastante danificados, sem falar nos riscos de erosão e desmoronamento em alguns pontos.
A possibilidade de danos ao pavimento por conta da ação da natureza exige a redução da velocidade e maior atenção por parte do condutor, especialmente à noite, quando a visão fica reduzida e os riscos aumentam.
Portal MA+ no Facebook — Instagran  — Twitter WhatsApp 98434-6482