Instituto fará concurso para preencher vagas temporárias; IBGE terá orçamento entre R$ 2,5 bilhões e R$ 3 bilhões para Censo Demográfico

IBGE vai contratar 300 mil temporários para Censo 2020

Agencia Estado

O presidente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Roberto Olinto, afirmou que a instituição contratará 300 mil trabalhadores temporários para o Censo 2020. Para 2018, o IBGE já conta com R$ 7,5 milhões no orçamento para os trabalhos iniciais.

Em coletiva de lançamento da coleta do Censo Agropecuário 2017, Olinto afirmou que o grande impacto do orçamento é a contratação de funcionários.

“O grupo técnico deste ano já está discutindo (o censo demográfico). Ano que vem começa a acelerar, tomar decisões, em 2019 tem que fechar tudo. Em 2020, vai para a coleta”, explicou.

De acordo com Olinto e o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, o Censo 2020 terá um orçamento entre R$ 2,5 bilhões e R$ 3 bilhões.

“Batalharemos e buscaremos recursos necessários. Sem nenhuma sombra de dúvida, o Brasil realizará o Censo Demográfico”, afirmou Dyogo.

Concurso. Em 2010, o concurso do IBGE selecionou 191.972 recenseadores. Os trabalhadores temporários foram os responsáveis pela coleta de dados nos municípios brasileiros. A remuneração era baseada na produtividade e, de acordo com o local de trabalho, variava entre R$ 800 e R$ 1,6 mil.

O recenseador é o responsável por fazer a coleta de dados com computadores portáteis e pode organizar o próprio horário de trabalho. O contrato inicial era de um mês, mas com a possibilidade de prorrogação pelo mesmo período.