image (2)

O lucro da mineradora Vale subiu para R$ 7,89 bilhões no primeiro trimestre de 2017, ante um resultado positivo de R$ 6,31 bilhões no mesmo período de 2016. A alta de 25% foi puxada pela maior produção de minério de ferro, informou a companhia nesta quinta-feira. É o melhor resultado trimestral desde o terceiro trimestre de 2013.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado subiu para R$ 13,52 bilhões, ante R$ 7,41 bilhões um ano antes. O resultado foi impulsionado pelo aumento da produção de minério de ferro e ocorreu apesar do impacto negativo do menor volume de vendas sazonal.

A Vale anunciou na semana passada que as vendas deveriam ser mais fracas que os embarques registrados no primeiro trimestre por uma estratégia da companhia de aumentar estoques no exterior, apesar de ter divulgado um recorde de produção para o período. Os preços mais altos do minério, por outro lado, compensaram parcialmente o menor volume de vendas, segundo a Vale.

A receita líquida da companhia somou R$ 26,74 bilhões no primeiro trimestre, alta de 30% ante o mesmo período de 2016.

O diretor financeiro da Vale, Luciano Siani, afirmou em um vídeo na internet que a empresa iniciou o ano “em grande estilo”, embalada pela inauguração do projeto S11D, em Canaã dos Carajás, no Pará, o maior de sua história, que entrou em operação comercial neste ano.

“O lucro líquido de R$ 7,9 bilhões foi o melhor resultado da empresa desde 2013, ficamos muito orgulhosos com essa recuperação da companhia após vários anos”, disse Siani.

O executivo destacou que, com os resultados do primeiro trimestre, a empresa conseguiu reduzir a dívida de forma substancial para US$ 22,8 bilhões ante US$ 25 bilhões de dólares no fim de 2016. “O que mostra que a companhia está em trajetória de desalavancagem e, nos próximos trimestres, com aumentos sucessivos da produção em todas as linhas de negócios, vamos atingir resultados ainda melhores”, afirmou.

Aprovação – Em relatório, a Coinvalores classificou o resultado da Vale no primeiro trimestre como “sólido”. Os analistas destacam que a evolução da produção na fase inicial do projeto S11D é importante para reduzir custos. A diretoria da mineradora estima que a cotação do minério de ferro fique em torno de US$ 70 por tonelada nesse ano, em função de aumento da demanda por aço na China e redução da oferta.

Lay-off – A Samarco fará nova suspensão temporária dos contratos de trabalho em junho e julho, o terceiro lay-off na joint venture entre Vale e BHP Billiton desde a tragédia de Mariana.