image

O carioca Peninha, percussionista do Barão Vermelho, morreu por volta das 17h30 desta segunda-feira (19) aos 66 anos, vítima de uma hemorragia no estômago. Ele estava internado em estado grave, com problemas digestivos, desde o começo do mês no Hospital da Lagoa, na zona sul do Rio de Janeiro.

A informação foi publicada pelo jornal “Globo” que recebeu a confirmação da morte pelo vocalista da banda Roberto Frejat.

Nas redes sociais, a ex-mulher do percussionista também informou sobre a morte.”Queridos amigos e familiares, é com pesar que venho comunicar que o pai dos meus filhos, Paulo Humberto Pizziali, mais conhecido como (Peninha percussão), faleceu agora”, disse Ana Tereza Lima Soler.

O corpo de Peninha será cremado. Ele deixou quatro filhos.

Efetivado no Barão Vermelho em 1986, Peninha também fundou uma banda de salsa, a Gungala, em 2001. Ele se apresentou pelo Barão Vermelho pela última vez em 2013. O músico também tinha forte ligação com as escolas de samba Beija-Flor e Estácio de Sá.