Um homem de 32 anos foi assassinado, na madrugada deste domingo (18), pelo ex-marido da namorada, na Pampulha, região de Belo Horizonte. A vítima foi baleada no tórax e morreu no local, tentando defender a mulher.

De acordo com o Boletim de Ocorrência da Polícia Militar (PM), Guilherme Elias Veisac namorava com a mulher de 30 anos há três meses. O casal estava dormindo no apartamento dela, quando foram acordados por uma luz de lanterna. Era o ex-marido dela, um homem de 47 anos, que invadiu a residência, e apontava uma arma para ela, estando com um outro revólver na cintura. Veisac tentou defender a mulher, buscando acalmar o suspeito, mas acabou sendo baleado.

Depois de atirar, o homem ainda ficou no apartamento, ameaçando a mulher de morte. Ele pegou o celular dela, da vítima e o aparelho sem fio da casa e fugiu. O suspeito deixou para trás a chave do próprio carro, encontrado nas proximidades do prédio, no bairro Jardim Atlântico, onde já foi síndico e, por isso, a mulher acredita que ele tenha cópia de algumas chaves.

A PM fez buscas no bairro Boa Vista, na região Leste da capital, onde o atirador mora, e também foi até o imóvel, onde ele trabalha, mas até o momento, ele não foi encontrado. A mulher terminou o casamento com o suspeito no fim de 2015.