x

A Superintendência Estadual de Investigação Criminal (Seic), no Bairro de Fátima, em São Luís, instaurou inquérito para apurar a autoria do incêndio a ônibus na tarde desta segunda-feira (12), na Avenida Kennedy.

De acordo com o delegado Tiago Bardal, a polícia investiga a hipótese de o ataque ter sido ordenado em represália à morte de um traficante da região durante a madrugada desta segunda-feira (12). “Segundo um deles, após a saída do velório dois começaram a instigar os outros para queimar o ônibus como represália. Os outros acabaram caindo nessa ideia e foi o que fizeram” afirmou o superintendente de investigações criminais Tiago Bardal.

Três adolescentes foram apreendidos e um homem acabou sendo preso por suspeita de participação no atentado que deixou três pessoas feridas – entre elas a cobradora e o motorista do ônibus que fazia linha Caratatiuia / Praça Deodoro.

Reunião nesta terça

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Maranhão divulgou uma nota avisando que a categoria vai se reunir nesta terça-feira (13) para discutir a situação e definir que providências serão tomadas, referentes à segurança da categoria.

Em maio deste ano, uma série de ataques a ônibus em São Luís assustou a população. Ao todo, foram 14 ataques a ônibus realizados, onde seis foram totalmente destruídos.

A onda de violência na capital mobilizou até a Força Nacional, que veio a São Luís com o intuito de controlar a situação.Na época, 33 suspeitos foram presos ou apreendidos. Destes, de acordo com a SSP-MA, 12 são ligados a organizações criminosas; duas mulheres; e dois adolescentes que foram apreendidos. (G1MA)