x

Nem o programa que será tocado por Marcela Temer escapou do ajuste. O Ministério do Desenvolvimento Social estimava em R$ 1 bilhão o gasto do primeiro ano do “Criança Feliz”, mas foram reservados R$ 300 milhões no Orçamento.

A pasta diz que a garantia do recurso em 2017 já é satisfatória e que o valor ainda pode crescer com remanejamentos e emendas parlamentares.

Marcela despachará do gabinete que era ocupado por Giles Azevedo durante o governo Dilma Rousseff.

É o único com acesso direto ao da Presidência. O entorno de Temer tem aconselhado o presidente a não entrar no Fla-Flu com PT e movimentos sociais. Aliados acham que ele só perde se comprar a briga.