Com as alterações promovidas pela Reforma Eleitoral 2015 (Lei nº 13.165), os candidatos aos cargos de prefeito e vereador nas eleições municipais deste ano não poderão receber doações e contribuições de pessoas jurídicas. A nova legislação estabelece que somente pessoas físicas destinem dinheiro ou valores estimáveis em dinheiro para campanhas eleitorais, limitando-se a 10% dos rendimentos brutos do ano anterior à eleição e está sujeita a multa de cinco a dez vezes o valor que doar a mais.

As colaborações aos partidos em recursos financeiros poderão ser feitas através de três meios: cheques cruzados e nominais ou de transferência eletrônica de depósitos; depósitos em espécie devidamente identificados; e por mecanismo disponível em site que permita uso de cartão de crédito.

Dentro deste novo cenário, as empresárias Carla Bensoussan, Carina Mendonça e Maria Emília Milfont lançam a plataforma Vamos Apoiar, uma ferramenta de arrecadação eleitoral online desenvolvida por uma equipe de 10 profissionais. “É uma forma de os eleitores poderem realizar contribuições para sua campanha de qualquer lugar do Brasil, com muita praticidade e segurança”, explica Carla. “Como já temos expertise no segmento de arrecadação online, com a mudança da lei eleitoral, visualizamos a oportunidade. Contratamos uma assessoria jurídica especializada em Direito Eleitoral e criamos a ferramenta de acordo com todas as normas do TSE”, conta.

O Vamos Apoiar oferece, além do site com domínio personalizado e espaço para as doações, informações como propostas e programas de campanha, fotos e vídeos, extrato das doações e assessoria jurídica para prestação de contas em relação às doações online, entre outras, funcionando como um “2 em 1”: local para arrecadações e página oficial do candidato. “Isso pode gerar para ele uma economia de até 50%. E esta é uma facilidade não apenas para receber fundo para campanha, mas também para obter um melhor engajamento dos eleitores, cadastrar dados e formatar de mailings e estreitar a relação candidato – eleitor”, diz Carina. A plataforma já conta com candidatos de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Alagoas, Paraíba e Manaus, e a perspectiva é de conquistar 300 clientes já nas próximas eleições.

Ela afirma que nesse pleito o desafio será engajar os eleitores, para que eles possam contribuir com a campanha do seu candidato. “É por isso que o site conta também com agenda do candidato, depoimentos e novidades, por exemplo. É fundamental ter não só um grande volume de apoiadores, mas apoiadores engajados, que realmente apoiem a causa e a candidatura do político”. “Além disso”, complementa, “prestamos auxílio aos candidatos para que eles prestem contas à Justiça Eleitoral de forma clara. Fornecemos todos os dados dos doadores para a emissão do recibo eleitoral, e, caso haja necessidade de algum esclarecimento perante a Justiça Eleitoral. O investimento para fazer uso do sistema é de, no mínimo, R$ 5 mil, incluindo a gestão de dados e das doações.

Confira detalhes sobre a plataforma no site https://www.vamosapoiar.com.br/ e no vídeo abaixo.