x

O Granada, da Espanha, viu a contratação do atacante José Angulo, que disputou a Copa Libertadores pelo Independiente Del Valle, ir da esperança à ruína em poucas semanas.

O jogador testou positivo para cocaína, jogando por terra a expectativa do time espanhol de ver boas atuações do equatoriano, recém-contratado. Na Libertadores, foram seis gols e atuações que despertaram o interesse do Atlético, que ficou pelo caminho, enquanto o Del Valle chegou à decisão.

O exame foi feito no dia 26 de julho, véspera da segunda partida da final contra o Atlético Nacional, da Colômbia, que sagrou-se campeão.

“Meu mundo veio abaixo porque aconteceu depois de fechar uma contratação difícil de um jogador importante. Foi muito duro. Nós não somos responsáveis pelos atos de terceiros. Rapidamente, trabalhamos para solucionar o problema. Já encaminhamos o caso ao nosso departamento jurídico”, lamenta  Javier Torralbo, diretor esportivo do Granada.

Angulo foi a maior contratação da história do Granada, que desembolsou 4 milhões de euros (cerca de R$ 14,5) para contar com o jogador. Uma punição de dois anos é esperada. (Daniel Ottoni/SuperFC)