venezuelamarcha-810x539

Novos cálculos obtidos pela força-tarefa da Operação Lava Jato a partir do cruzamento das delações de integrantes da construtora Odebrechet e das planilhas de propina da empreiteira revelam, até aqui, um saldo assustador e bombástico: cerca de 40 senadores, 200 deputados e 16 governadores estariam envolvidos no mega esquema de corrupção comandado pela empresa.

Enquanto isso, os órgãos de inteligência do Governo federal detectaram informações de que os movimentos sociais alinhados ao PT e à presidente afastada Dilma Rousseff contarão com reforço de caravanas venezuelanas nos protestos do dia da votação do impeachment, no fim de agosto.

Os chavistas pretendem se concentrar em frente ao Palácio do Itamaraty, cujo canceler, José Serra, rechaçou mais de uma vez a possibilidade de a Venezuela comandar o Mercosul.

Os movimentos sociais pretendem reunir 60 mil pessoas na Esplanada. (Leandro Mazzini – Coluna Esplanada)