x

Responsável pela gravação de um filme pornô em uma praia no bairro Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, o dono da produtora BM Vídeos, Brad Montana, disse que está arrependido de ter feito as cenas no local.

Em entrevista ao portal G1, ele afirmou que é conhecido por ser uma “pessoa de bem” e que não quis ofender ninguém.

Montana contou que as cenas foram gravadas entre arbustos e que, por isso, “era impossível que alguém passasse por ali” no momento. Ele ainda ressaltou que não haviam residências ou prédios e comércios no trecho.

“Não havia ali no local nenhum banhista, muito menos mulher ou criança. Eu não sou uma pessoa leviana ou irresponsável”, explicou ao G1. De acordo com a reportagem, a Polícia Civil do Rio de Janeiro vai apurar se houve crime de ato obsceno. Brad Montana confirmou que vai prestar esclarecimentos na delegacia.

As cenas, gravadas ao ar livre durante a tarde da última quinta-feira (7), foram compartilhadas no WhatsApp e Facebook e dividiram a opinião dos usuários. Alguns condenaram a prática e outros avaliaram a situação inusitada com bom humor.

“O que essas pessoas têm na cabeça ao fazer um vídeo pornô no meio da praia do Recreio? Gente, um absurdo”, comentou no Twitter a carioca Natchely.

“Gravaram um filme pornô na praia do Recreio. Eu amo o Rio de Janeiro. 7 x 2. Ainda podemos virar o jogo”, disse o também carioca Tiago Pessanha.

De acordo com o jornal “Extra”, a mulher que participou das filmagens é a ex-Miss Bumbum Tocantins 2015, Nicolle Bittencourt. A assessoria da atriz informou que “ela não vai se pronunciar sobre o ocorrido, mas confirmou que ela é a mulher que aparece nas imagens e que foi convidada somente para gravar esta cena do filme”. O ator do vídeo foi identificado apenas como Yuri.