O governador Flávio Dino (PCdoB) voltou a dar provas in conteste de que não tem muito apreço realmente pela classe política, principalmente por aqueles que, em algum momento, ousem questionar suas decisões.

Em entrevista concedida ao Blog do Jorge Vieira, o comunista mandou um duro recado aos deputados estaduais que estavam conseguindo obstruir as votações de interesse do Governo Flávio Dino na Assembleia.

Ao invés de procurar o diálogo, Dino foi enfático e afirmou que não irá pagar as emendas parlamentares, mesmo sabendo que estavam previstas no Orçamento 2016.

“Eu respeito muito o instituto da emenda parlamentar, por que sei que ela é importante. Agora, nós estamos vivendo uma crise econômica igual a 1929, 1930. Então eu não posso quebrar o Estado para atender um segmento, qualquer que seja ele. Isso vale desde as emendas parlamentares, como vale para as reivindicações salariais dos servidores públicos”, afirmou.

Além do duro recado, Dino mobilizou os deputados que são fiéis escudeiros e ordenou a votação dos projetos do governo nesta terça-feira (05). Mesmo com obstrução de alguns deputados, a Ordem do Dia enfim foi votada e Dino mostrou que venceu a “queda de braço” com o parlamento.

Resposta – Entretanto, apesar da “vitória” o governador não ficou sem resposta. A deputada estadual Andrea Murad comentou as declarações de Dino e disse que a gestão comunista quebrou o Estado.

“Ele deve estar de brincadeira. Ele sucateia hospitais, não paga convênios nem com seus aliados, as escolas estaduais também estão todas sucateadas, ele não faz uma obra no Maranhão e vem dizer que não vai quebrar o Estado. Sabe por que ele não vai quebrar o Estado? Porque ele já quebrou o Estado. Ele diz que não vai transformar o Maranhão em um Rio Grande do Sul porque ele já transformou o Maranhão no Rio Grande do Sul e isso só não foi anunciado ainda”, declarou a peemedebista.

Andrea Murad ainda questionou gastos desnecessários feitos na gestão comunista e disse que, infelizmente, o próximo estrago do Governo Flávio Dino será o atraso dos salários dos servidores públicos estaduais.

“Flávio Dino não consegue fazer nada a não ser inaugurar as obras prontas que ele encontrou. Ele disse que não pode pagar emendas dos deputados, mas sabe gastar dinheiro com aviões, inclusive essa daqui foi a representação que fiz, a denúncia para que o Ministério Público apure os gastos dele para Brasília, ir lá brincar de apoiar Dilma e fazer aquela baderna, aquela brincadeira, aquele vexame nacional que ele fez o Maranhão passar. Ele não tem dinheiro para algumas coisas, mas para outras tem. Não vai demorar muito para ele não conseguir pagar os salários dos servidores públicos, esse dia está chegando, ele está dando calote nas empresas, ele está dando calote nas construtoras, ele está dando calote em muita gente, e, em breve, ele vai dar calote nos servidores públicos estaduais”, finalizou.