O deputado Beto Mansur (PRB-SP), primeiro-secretário da Mesa da Câmara dos Deputados, está se movimentando para ser candidato à sucessão de Eduardo Cunha (PMDB-RJ)

Ele já sondou o PSDB, o PMDB e o DEM sobre a possibilidade.

Na segunda (4), deve se encontrar com o ex-ministro José Eduardo Cardozo, advogado de Dilma Rousseff. Quer lançar pontes também em direção ao PT.

Beto Mansur diz que não trabalha pela própria candidatura, mas sim “por um nome que possa resgatar a imagem da Câmara”. Ele defendeu há alguns dias a renúncia de Cunha.

Mansur estava ao lado de Michel Temer, no Palácio do Jaburu, quando o então vice assinou o termo de posse como presidente interino.  (Mônica Bergamo – Folha de S.Paulo)