A Polícia Federal realiza mandados de busca e apreensão nas empresas JBS e Friboi na manhã desta sexta-feira (1º), como desdobramento da Operação Lava Jato.

A ação também prendeu Lucio Funaro, empresário ligado a Eduardo Cunha, segundo O Estado de S. Paulo.

A operação da PF se baseia em informações da delação premiada de Fabio Cleto, ex-vice presidente da Caixa Econômica, indicado por Cunha, e da delação do ex-diretor de Relações Institucionais do Grupo Hypermarcas Nelson Mello.

Na delação, Fabio Cleto afirmou que Eduardo Cunha tinha ficado com propina de 1% em um negócio de R$ 940 milhões aprovado pelo FI-FGTS com a empresa Eldorado, do grupo JBS.

A FRIBOI

Dona da Friboi, a JBS é líder mundial em processamento de carnes bovina, ovina e de aves, além de ter uma forte participação na produção de carne suína. Com mais de 200 mil colaboradores ao redor do mundo, a companhia possui 340 unidades de produção e atua nas áreas de alimentos, couro, biodiesel, colágeno, embalagens metálicas e produtos de limpeza.

Presente em 100% dos mercados consumidores, a JBS é a maior exportadora de proteína animal, vendendo para mais de 150 países.

A empresa possui um frigorífico em Araguaína. Inaugurada em fevereiro do ano passado, esta é a sua 49ª unidade frigorífica no Brasil.O empreendimento é resultado de investimento de mais de R$ 20 milhões.

A capacidade de abate da unidade de Araguaína fica em torno de 600 a 700 cabeças de gado por dia. São, ao todo, 2,4 mil empregos diretos.