As atrações juninas que passaram pelos arraiais da Praça Nauro Machado, na Praia Grande, da Associação dos Servidores do Estado do Maranhão (Ipem) e do Parque da Vila Palmeira deram demonstrações da diversidade e força da cultura maranhense, motivo de alegria para milhares de pessoas, principalmente famílias, que se dirigiram às festas neste final de semana.

A aposentada Rícia Nunes é de Santos (SP), tem 80 anos e, num espaço especialmente reservado para idosos montado no arraial do Ipem, com cadeiras e vista privilegiada, observava encantada as brincadeiras maranhenses pela primeira vez.

“Estou adorando, é maravilhoso! Já tinha visto manifestações em outros estados, mas a riqueza das roupas, da dança, a alegria das pessoas é contagiante”, declarou Rícia que também falou de outras atrações que a impressionaram no estado. “Estamos num grupo de 16 pessoas e viemos nessa época exatamente por causa do São João, mas aqui tem muita coisa para ver. Os Lençóis Maranhenses são incríveis e a culinária também, adorei o arroz de cuxá!”, afirmou ela.

Do estado vizinho, da cidade de Teresina, a bancária Patrícia Pontes aproveitou o fim de semana e veio com o marido e o filho para visitar os arraiais de São Luís. “Vim hoje por causa do São João. Tenho família aqui, soube que os arraiais tinham começado e vim aqui aproveitar. Gosto muito da festa, a programação está muito boa e o espaço é calmo, tranquilo, dá pra vir com criança”, afirmou.

Quem também se divertiu em família foi a professora Graciele de Oliveira Castelo Branco. Com o marido Sérgio Henrique Pinto Silva e a filha Valentina, de dois anos e meio, a família, devidamente caracterizada, perpetua juntos o amor pela cultura maranhense. “São espaços muito bons, tem tranquilidade, segurança, as programações começam cedo e a gente faz questão de trazê-la para que ela conheça, e, principalmente, para que tenha orgulho dessa cultura que é nossa, que é da nossa gente”, declarou a professora.

A festa, além dos três terreiros oficiais, também ocorrerá, com o apoio do Governo do Estado, em vários bairros da capital e no interior. E, em parceria com Prefeitura de São Luís, foi aberto na noite deste sábado o arraial da Praça Maria Aragão. Em todos eles, a programação oficial se estende até o dia 29 de junho.

Oportunidade

No arraial do Ipem, uma estrutura montada pela Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur) atraiu a atenção de quem escolheu aproveitar o primeiro final de semana com programação junina oficial no local.

Além das informações sobre a programação de todos os arraiais do estado, na Central de Atendimento ao Turista, também estavam disponíveis as ações promocionais de divulgação de destinos locais, que incluíram atividades como a impressão de fotos feitas na hora e com fundos temáticos, sem custos para os usuários e, também, ações interativas como a “Saída de emergência”, painéis de led que ofereciam sugestões de rotas turísticas a quem abrisse as portas.

“A ideia é que o turista que chegue para aproveitar nossos arraiais, não se prenda apenas a São Luís e aproveite para também conhecer as riquezas naturais do estado. Então, ao chegar nos nossos arraiais ele também vai poder conhecer um pouco de Barreirinhas, tirar uma foto, e, mesmo que ele não conheça agora, poderá ter despertado o desejo de retornar”, explicou o secretário de Cultura e Turismo, Diego Galdino.

E com toda a festa, quem também aproveitou a oportunidade foram os artesãos. A feira de artesanato montada no arraial era a oportunidade que Ana de Sousa esperava para melhorar as vendas. “Ainda está no começo, mas o resultado dessa sexta me surpreendeu! Mesmo com a crise, que nos deixa apreensivos, as vendas foram muito boas e eu acho que o aumento dos meus lucros este mês deve ser, no mínimo, de 50%”, afirmou Ana.

19 DE JUNHO (DOMINGO) – Clique aqui e veja toda a programação

Arraial Donato Alves (Centro Social dos Servidores do Estado – IPEM)

19h – Quadrilha Império do Sertão

20h – Dança Portuguesa Nobres de Portugal

21h – Boi Novilho Branco

22h – Show de Cesar Teixeira

23h – Boi Milagre de São João

00h – Boi de Sonhos

Barracão do Forró

20h – Forró Pegado

21h – Forró 10 Mantelado

22h – Forró das Antigas

23h – Grupo Nu Pé D’ouvido

Arraial Humberto de Maracanã (Parque Folclórico da Vila Palmeira)

18h – Boizinho de Brinquedo (Infantil)

19h – Cacuriá do Jhon

20h – Dança Portuguesa Tradição de Portugal

21h – Boi Brilho de São João

22h – Quadrilha Flor da Amizade

23h – Boi Brilho da Ilha

00h – Show de Rose Maranhão

Tenda de Tambor de Crioula Therezinha Jansen

20h – Tambor de Crioula Boa Vontade

21h – Tambor de Crioula Arte Nossa

22h – Tambor de Crioula Capricho de São Luís

23h – Tambor de crioula Lírio de São Benedito

Arraial Maria Aragão

(Beira-mar – Centro)

18h – Teatro Casimiro Coco (Laborarte)

19h – Cacuriá Mirim Rabo de Saia

20h – Dança Portuguesa Império de Lisboa           

21h – Show de Eugênia Miranda

22h – Boi Pirilampo

23h – Boi de Leonardo

00h – Boi de Nina Rodrigues

Barracão do Forró

19h – Forró Trio Mandacaru

21h – Xote e Baião