Após ter sido punido com perda de um mando de campo por conta da confusão entre palmeirenses e flamenguistas em Brasília, o Palmeiras pode novamente ser levado ao STJD. Isso porque, o árbitro da partida contra o Coritiba, Anderson Daronco, relatou uso de sinalizadores por parte dos torcedores na partida contra o Coritiba, disputada na última quarta-feira (15), no Couto Pereira.

“Relato que aos 43 minutos do segundo tempo o jogo foi paralisado, por quatro minutos, devido a torcida da equipe do Palmeiras ter acendido vários sinalizadores de cor verde. Foi solicitado ao policiamento do estádio que tomasse as providências cabíveis. Assim que os sinalizadores foram apagados o jogo reiniciou normalmente”.

O Palmeiras pode ser enquadrado nos artigos 191 e 206 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que prevê multa ao clube de R$ 100 a R$ 100 mil no artigo 191 e multa de R$ 100 a R$ 1 mil por minuto de paralisação pelo artigo 206.

Por conta do incidente, a arbitragem acrescentou seis minutos de acréscimo, tempo que foi suficiente para o Coritiba empatar a partida, que terminou em 2 a 2. O técnico Cuca criticou a postura dos torcedores e atribuiu ao fato o resultado final do jogo.