Em meio à pandemia, o clima de incerteza quanto ao retorno de vários campeonatos no mundo segue pairando no ar. Contudo, a Federação Espanhola pretende voltar com a La Liga no dia 12 de junho e decidiu que usará o VAR para identificar um jogador que tenha sido potencialmente contaminado pela Covid-19.
A utilização do árbitro de vídeo seguirá os protocolos enviados aos clubes para serem seguidos a partir do retorno do Campeonato. De acordo a agência ‘Reuters’ e o diário espanhol ‘Mundo Deportivo’, o documento da entidade afirma que caso um jogador teste positivo para a doença, o VAR irá mapear se outros atletas tiveram contato mais próximo do contaminado durante as partidas.
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o período de mais de 15 minutos em exposição aumenta o risco de contágio. A La Liga, por sua vez, colocará o limite de 5 minutos para reexaminar e dar um atendimento especial ao atleta em questão.
Além disso, os jogadores terão que seguir as regras impostas pela entidade. O uso de máscaras e luvas antes de chegar ao estádio, higienizar as mãos antes e depois do aquecimento e aferir a temperatura na chegada ao local do jogo.
Eles também serão examinados junto da comissão técnica 24 horas antes das partidas. Já durante os jogos, será terminantemente proibido o aperto de mãos antes de seu início e as entrevistas coletivas de jogadores e treinadores serão realizadas por meio de videoconferência (chamada de vídeo). (Fonte: Lance)