Em Rosário, distante 60 km de São Luís, foi encontrado morto com sinais de estrangulamento em sua residência na tarde desta quarta-feira, 04, José Ribamar Lisboa, de 76 anos, uma das personalidade cultural do município.
O corpo de Ribamar Lisboa foi encontrado por populares e amigos onde morava no centro de Rosário. Homossexual assumido, Ribamar Lisboa vivia em sua residência sem companheiro permanente.
Ribamar Lisboa, ficou conhecido em Rosário e em outros municípios pelo bordão “lindo, lindo, lindo… e de roupa nova”. Frase utilizada sempre quando apresentava as danças folclóricas, como locutor oficial do Arraial Zé Nazar, durante a festa junina no município de Rosário.

Tanto a Polícia Militar do 27º BPM e a Polícia Civil foram acionados para o local. Ribamar Lisboa foi encontrado caído despido na sala de sua residência, ao lado de sangue e punhos de rede envolvidos na região da cabeça.
A perícia da Polícia Civil esteve no local do crime e realizou os primeiros procedimentos para elucidação do caso. Familiares, amigos e representantes da cultura rosariense lamentaram a morte da personalidade cultural, Ribamar Lisboa.
O delegado regional da Polícia Civil, Mário Vicente, destacou a reportagem do MA+, baseado em informações da perícia, que a cena teria sido montada para uma simulação de suicídio; e que a vítima sofreu um espancamento na região da cabeça antes de ter sofrido um estrangulamento.
A polícia civil espera o laudo final da perícia tecnica e dispõe de uma prazo de 30 dias para fechamento e elucidação do caso da morte de Ribamar Lisboa.