Na briga contra o rebaixamento na última rodada da Série A, quatro jogos tiveram muita tensão, mas poucos gols. Pior para América-MG e Sport, que iniciaram a última rodada dentro do Z4 e vão ter que disputar a Série B em 2019. Eles se juntam a Vitória e Paraná Clube, que já tinham seus passaportes carimbados.
No Maracanã, o Fluminense entrou pressionado. Não marcava gols há oito partidas e teve o técnico Marcelo Oliveira demitido na quinta (29), após a eliminação na semifinal da Copa Sul-Americana. Pior, o América-MG começou em cima e teve um pênalti a favor ainda no primeiro tempo. De volta ao time após se recuperar de lesão, o goleiro Júlio César se transformou em herói ao defender a cobrança de Luan.
Ainda no primeiro tempo, Richard, de cabeça, abriu o placar para o Pó de Arroz. No segundo tempo, a tensão foi grande. O Coelho pressionou de todas as formas e Júlio César teve que trabalhar. No fim, Flu 1×0. Os cariocas se salvaram do risco de rebaixamento e ainda conseguiram uma vaga na Sul-Americana do ano que vem.
Em Recife, o Sport não dependia de apenas suas forças para se salvar. Antepenúltimo colocado, o Leão da Ilha precisava vencer o Santos e contar com um tropeço de um de seus rivais: Chapecoense ou Vasco. Os pernambucanos só abriram o placar aos 38 minutos do 2º tempo, com um belo gol de Rogério. Hernane ampliou aos 46 e Rodrygo diminuiu dois minutos depois: 2×1.
No entanto, o triunfo não foi suficiente. Em Chapecó, a Chapecoense bateu o São Paulo por 1×0, gol de Leandro Pereira, e se garantiu na Série A. O time paulista, que disputava uma vaga direta na Libertadores com o Grêmio, vai ter que jogar a fase preliminar. Além de perder, viu o tricolor gaúcho bater o Corinthians por 1×0, gol de Jael.
Já em Fortaleza, o Ceará fez festa antes mesmo da bola rolar. Com o Castelão lotado, o Vozão comemorou sua permanência na Série A. Com a bola rolando, o Vasco foi melhor mas não conseguiu abrir o placar. No fim, o 0x0 foi suficiente para o cruzmaltino se manter na elite do futebol brasileiro. No outro jogo da rodada, Paraná Clube e Internacional ficaram no 1×1.