Peça foi especialmente desenvolvida para facilitar a vida dos juízes durante o Mundial/Foto: Douglas Magno/Por Josias Pereira | Enviado especial Superfc
Os árbitros da Copa do Mundo de 2018 vão carregar uma verdadeira mina de ouro no pulso durante as partidas. Nesta terça-feira, durante coletiva de imprensa, no estádio Luzhniki, palco da abertura do Mundial, a Hublot, uma das patrocinadoras do torneio, apresentou os relógios que serão destinados aos donos do apito, 110 peças exclusivas e que também serão ofertadas ao público em geral por quase 5 mil euros (aproximadamente R$ 23 mil).
A única diferença entre o item de luxo para o consumidor e o concedido aos árbitros é a tecnologia da linha do gol, elemento que não estará, obviamente, ao alcance de todos.
E quem quiser garantir um relógio precisa correr. De acordo com Philippe Tardivel, chefe de marketing da Hublot, pouco mais de 2 mil unidades do produto serão vendidas nos stands oficiais da marca durante a Copa.
Para os árbitros, um dos grandes diferenciais do produto é realmente o tempo para a tomada e anúncio de decisões. A promessa da Hublot é, por exemplo, que os árbitros recebam a comunicação se a bola passou da linha de gol ou não em quatro segundos.
O holandês Bjorn Kuipers, árbitro da última final da Liga Europa, aprovou o item. “Temos que ter ao nosso alcance estes três pilares; a tecnologia da linha do gol, o tempo de jogo transcorrido e o tempo cronometrado. É importante recebermos claramente essas informações”, encerrou.

Siga o MA+ no Facebook — Envie sua informação para o WhastApp (98) 98434-6482