Um homem suspeito de abusar sexualmente de, pelo menos, cinco crianças na cidade de Carutapera foi preso na tarde dessa terça-feira (27). O preso exerce o cargo de professor no município.

A Delegacia de Polícia Civil do município deu cumprimento ao mandado de prisão preventiva contra ele. Segundo a polícia, existem dois inquéritos que apuram relatos de abuso sexual, supostamente, cometido pelo professor.

Na última segunda-feira (26), a Polícia Civil recebeu informação de uma vítima do investigado preso – uma adolescente de 12 anos de idade, que é sobrinha dele -, relatou que estava vivendo momentos de terror, pois estava sendo abusada desde os oito anos de idade até os dias atuais.

De acordo com a Polícia Civil, a vítima ainda apontou outras supostas vítimas do professor preso. Segundo ela, o abuso sexual acontecia quando seus pais saíam para pescar, e o investigado ia até sua residência, no período da noite, quando estava sozinha com o irmão de 10 anos de idade. Naquele momento, de acordo com o relato da vítima à polícia, o homem praticava a conjunção carnal e atos libidinosos com ela.

A polícia de Carutapera pediu a prisão preventiva do professor e foi atendida pela Justiça com parecer favorável do Ministério Público.

A Polícia Civil dará continuidade às investigações para elucidar os supostos delitos do professor. Por se tratar de crimes sexuais, os quais ocorrem sem testemunhas presenciais, o depoimento da vítima desse tipo de delito, possui grande relevância jurídica.

O preso foi encaminhado ao Sistema Penitenciário de Carutapera, onde permanecerá à disposição da Justiça.