Uma operação de combate a furto de energia prendeu 13 pessoas em flagrante, nos municípios de Tutóia e Barreirinhas, localizados na região dos Lençóis Maranhenses, no litoral do estado. A operação foi deflagrada pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), da Polícia Civil, entre os dias 3 a 10 de outubro.

Durante a ‘Operação Repouso’, foram apreendidos transformadores clandestinos que eram usados para gerar energia em hotéis, pousadas e restaurantes na região.

Em Tutóia, a polícia identificou cinco pousadas que tinham ligação clandestina de energia. Além disso, alguns imóveis localizados na região, também foram notificados por ligações irregulares de energia.

Segundo a Equatorial Maranhão, empresa responsável pela geração de energia no estado, cerca de 10% da energia é furtada, provocando uma perda de R$ 340 milhões no faturamento anual da empresa. Em 2019, foram constadas irregularidades em mais de 50 mil unidades consumidoras.

A empresa afirma, que nos locais onde existem altos índices de furto de energia, parte do prejuízo é revertido para o aumento de tarifa. A Equatorial informa que em caso de suspeita ou fraude de furto de energia, as denúncias anônimas devem ser feitas pelo site da empresa ou pela Central de Atendimento, por meio do telefone 116. (Fonte: G1MA)