A Polícia Rodoviária Federal do Maranhão (PRF-MA), divulgou, na manhã desta terça-feira (8), o balanço da Operação Independência 2020, realizada nas rodovias federais que cortam o Estado. A operação teve início na sexta-feira (4) e finalizou às 23h59 dessa segunda-feira (7).

Segundo a PRF-MA, em quatro dias de operação, a corporação direcionou as ações de policiamento e fiscalização, sempre com foco na segurança viária, posicionando equipes extras em pontos críticos de acidentalidade, com o objetivo de coibir condutas perigosas e assim reduzir o número de acidentes nesses locais.

Números da Operação Independência 2020

No total, durante a Operação Independência 2020, a PRF-MA registou 18 acidentes, com 21 feridos e quatro mortes nas rodovias federais que cortam o Maranhão. As mortes foram registrados na BRs 316, em Timon e Alto Alegre do Maranhão, 135, em São Mateus do Maranhão, e na 010, em Estreito. Ainda segundo a PRF-MA, dos quatro óbitos, três eram ocupantes de motocicletas.

Fiscalização de trânsito

A PRF-MA revelou, também, que realizou 775 autuações durante a Operação Independência 2020, sendo as principais: dirigir sob efeito de bebida alcoólica, não uso de capacete por motociclistas, não uso do cinto de segurança, criança sem cadeirinha e ultrapassagem.

Criminalidade

Além disso, durante a Operação Independência 2020, nove pessoas foram detidas pela PRF-MA, três veículos roubados foram recuperados, quatro pessoas foram presas por embriaguez e duas carretas foram apreendidas com carga madeira irregular.

Comparativo

Em 2019, a Operação Independência teve duração de três, ocorreu no período de 06 a 08 de setembro, em que foram registrados 15 acidentes, nove pessoas feridas e cinco mortes.