Em vídeo compartilhado nas redes sociais nesta quinta-feira (09), o professor de gramática Hiulo Rodrigues de Carvalho, servidor da rede estadual de Anapurus, interior do Maranhão, demonstra sua insatisfação com o governo Bolsonaro, após a decisão do corte orçamentário de 38% das verbas destinadas à manutenção das instituições, como o pagamento de contratos de serviço de água, energia, limpeza, vigilância, telefonia, internet, manutenção do prédio etc.
Em seu perfil pessoal, Hiulo aparece ao lado de uma camisa com o rosto de Bolsonaro estampado, e em tom de indignação diz que irá queimar a camisa em representação ao arrependimento de ter ter acreditado e votado em Bolsonaro na última eleição.
“[…] o senhor está tirando das universidades, da educação, recursos que, são importantes e imprescindíveis para melhorar o nosso país.” diz o professor Hiulo no vídeo.
O corte orçamentário foi confirmado pelo SIAFI (Sistema Integrado de Administração Financeira) no dia 30 de abril, serão 38% das verbas destinadas à manutenção da instituição, cerca de 28 milhões de reais. (Do portal JG)
Portal MA+ no Facebook — Instagran  — Twitter WhatsApp 98434-6482