A Justiça Eleitoral do Maranhão ouve desde o mês passado testemunhas no processo em que o procurador regional eleitoral no Maranhão, Pedro Henrique Castelo Branco, pede a cassação do mandato do deputado estadual Duarte Júnior (PCdoB).
O comunista é alvo de uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) por abuso de poder durante a eleição de 2018. Segundo o representante da Procuradoria Eleitoral, o parlamentar usou a estrutura do Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Maranhão (Procon-MA), órgão que dirigiu até antes do peito, para obter a vitória nas urnas. A atual presidente do órgão, Karen Barros, também figura como ré no processo.
A determinação para as oitivas foi expedida pelo desembargador Tyrone José Silva, corregedor do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), no dia 28 de março, e o prazo para a tomada de depoimentos encerrou-se no domingo (28).
Portal MA+ no Facebook — Instagran  — Twitter WhatsApp 98434-6482