Reunião realizada na casa de Willame / Foto: Divulgação
portal MA+
Aliança firmada e divulgada entre os pré-candidatos, Calvet Filho e Willame Anceles, em Rosário mostra as constantes variantes que passa a política rosariense no últimos meses e os preparativos para tentar assumir a cadeira do executivo municipal.
“No vídeo divulgado em rede social as lideranças passam a mensagem de União por uma cidade melhor”.
A articulação trabalhada em primeiro momento está baseada em pesquisas eleitoral; quem apontar na liderança da lista será o candidato da chapa majoritária, já o segundo colocado apontado em pesquisa deve variar para a chapa como vice prefeito.
O gestor regional da Saúde, Willame Anceles, considerado pelo Tribunal de Regional Eleitoral do Maranhão — TRE/MA inelegível, sofre para garantir sua vaga na eleições de 2020, por conta da não prestação de contas de campanha em 2016. Para permanecer vivo na política rosariense, o pré-candidato Willame Anceles já ensaiou em algumas reuniões apontar o nome da esposa Claudia Anceles a chapa que liderar.
Pacto quebrado
Tanto Willame Anceles e Calvet estiveram no inicio do mês de fevereiro na Câmara de Rosário em uma reunião que denominaram como grupo de “Coalizão”, que visavam uma união para o enfrentamento em 2020; o certo é que em menos de 45 dias os planos foram desfeitos e cada um dos pré-candidatos devem tomar novos rumos.
O acordo firmado no mês de fevereiro participaram os três principais pré-candidatos a prefeito de Rosário, Luís Carlos – Kiko, Willame Anceles e Calvet Filho, além de vereadores que apoiavam o projeto.
Portal MA+ no Facebook — Instagran  — Twitter WhatsApp 98434-6482