O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), recebeu a notícia de que seu sogro – o ex-ministro Moreira Franco – havia sido preso enquanto recebia deputados na residência oficial da Casa. As informações são da Folha de São Paulo.
Aliados dizem que ele agiu de forma serena com a novidade, leu algumas notícias sobre a prisão do ex-presidente Michel Temer (MDB) e terminou de despachar com parlamentares de partidos como DEM, PP e PRB antes de começar a fazer ligações para discutir as prisões.
É comum que às quintas-feiras, Maia permaneça na residência oficial recebendo autoridades, uma vez que não há sessão deliberativa na Câmara.
O presidente recebeu visitas de parlamentares, como Efraim Filho (DEM-PB) e do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes após a reunião. Ele não deve ir ao Rio de Janeiro, onde Moreira Franco e Temer estão detidos.
Portal MA+ no Facebook — Instagran  — Twitter WhatsApp 98434-6482