Professor invadiu secretaria com arma medieval usada no massacre em Suzano – Divulgação/ PM-DF
Um professor do Distrito Federal entrou armado com uma besta, arma medieval utilizada no massacre de Suzano na quarta-feira, uma faca e flechas na Secretaria de Educação do Distrito Federal em Brasília. O homem de 53 anos chegou ao órgão no fim da manhã e pediu para conversar com o secretário Rafael Parente.
A Secretaria de Educação informou que ele subiu até a assessoria do gabinete, no 12º andar, quando funcionários perceberam o cabo da besta para fora da mochila e acionaram a Polícia Militar.
Com a chegada de dois policiais militares, o professor ofereceu resistência, mas os policiais conseguiram imobilizá-lo. Dentro da mochila foram encontradas as armas, que não foram utilizadas na ocorrência.
À polícia, o homem alegou que queria encontrar o secretário, mostrar os armamentos e depois cometer suicídio. As partes foram conduzidas para a delegacia e o homem não teve a identidade divulgada. A ocorrência foi registrada na 5ª Delegacia de Polícia.
Portal MA+ no Facebook — Instagran  — Twitter WhatsApp 98434-6482