O vigilante Evilásio Júnior é suspeito de participar de triplo homicídio de jovens no bairro Coquilho, na zona rural de São Luís. A informação é da Superintendência de Homicídios de Investigação de Homicídios e Proteção a Pessoa (SHPP) que pediu a prisão temporária dele. O policial militar Hamilton Caires Linhares, da Companhia de Operações Especiais, segue preso como suspeito de também participar no crime.
De acordo com as investigações da polícia, Evilásio é suspeito de ajudar Hamilton a correr atrás dos garotos até o momento em que eles conseguiram agarrar as vítimas. O detalhe que fez a polícia chegar até o vigilante foi um óculos que pertence a mulher do vigilante. Ele já prestou depoimento à polícia e confirmou que perdeu os óculos no matagal.
No dia da chacina, o PM fazia serviço extra de segurança com, pelo menos, três vigilantes na região do condomínio de casas. O resultado do exame da perícia indicou que havia cerca de duas pessoas no local do crime. Os corpos de Joanderson Diniz, de 17 anos, Gildean Castro, 14, e Gustavo Monroe, 18 foram encontrados um dia depois próximo a construção de imóveis do Minha Casa Minha Vida.
De acordo com o secretário de segurança, Jeferson Portela, o inquérito que apura a chacina já foi prorrogado duas vezes e as investigações vão continuar.
Portal MA+ no Facebook — Instagran  — Twitter WhatsApp 98434-6482