Nesta quarta-feira (20), Isaías Castelo Branco, Presidente do Sindicato dos Rodoviários concedeu coletiva a imprensa, esclarecendo quais razões poderão fazer os trabalhadores cruzarem os braços em São Luís. Em dezembro do ano passado, após mais de quatro meses de negociações, o acordo entre os Rodoviários e empresários foi estabelecido, em audiência do Tribunal Regional do Trabalho, só que até agora, os itens da nova Convenção Coletiva de Trabalho, ainda não estão sendo cumpridos pelos patrões.
A Advogada da entidade, Valuzia Santos, já acionou o sindicato patronal, SET, na justiça, para fazer valer o acordo, obrigar os patrões, quanto ao cumprimento da nova Convenção Coletiva de Trabalho e mais a aplicação de multa, por conta desse desrespeito com os Rodoviários.
Para a tarde desta quarta-feira (20), o Secretário Municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros, convocou o Sindicato dos Rodoviários para uma reunião, para tratar do assunto. É provável que os representantes do sindicato patronal também participem desse encontro. O fato, é que depois da reunião, se nada for decidido, a entidade que defende os direitos dos trabalhadores, poderá deflagrar a paralisação do transporte público na Grande São Luís.
De acordo com Isaías Castelo Branco, é inconcebível essa postura dos patrões. É a demonstração da total falta de respeito e consideração, não só com os Rodoviários, mas também com o usuário do sistema. “Em janeiro deste ano, a Prefeitura de São Luís autorizou o reajuste das tarifas dos ônibus, ou seja, mais lucros para os empresários e até agora, mais de dois meses do acordo estabelecido, nada deles cumprirem as cláusulas da nova Convenção. Além de não atenderem os trabalhadores, ainda prejudicam a população, que já está pagando mais caro pela passagem e que agora pode ficar sem ônibus. É muita irresponsabilidade destes empresários que atuam no sistema. Além de acionar o SET na justiça, também estou pedindo o apoio da Câmara Municipal de São Luís e da Assembléia Legislativa do Maranhão, para que revejam a licitação que deu as estas pessoas o direito de atenderem os usuários do transporte público. No meu entendimento, só existe uma maneira de por fim a toda essa situação, expulsar do sistema esses maus empresários, que só pensam em lucrar e não priorizam um serviço de qualidade”, afirma o Presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão.
Portal MA+ no Facebook — Instagran  — Twitter WhatsApp 98434-6482