Na manhã desta sexta-feira (1º), centenas de funcionários do Hospital Geral de Matões, de responsabilidade do governo do Estado e administrado pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), foram demitidos da Instituição de saúde que funciona no interior do Estado.
A Unidade Avançada do Hospital Geral Tarquínio Lopes Filho, no município de Matões do Norte, foi inaugurada em dezembro de 2014. O Hospital Geral de Matões foi construído para ser referência no tratamento de traumas e cirurgias emergenciais, abrangendo cerca de 14 municípios da região.

Após a notícia de demissão dos funcionários do Hospital Geral de Matões, populares interditaram, na tarde desta sexta-feira (1º), a BR 135.
Um grupo de pessoas queimou pneus e, com faixas, pediu a reabertura do hospital, que é de responsabilidade do governo do Estado e administrado pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), e que foi fechado nesta sexta.
Portal MA+ no Facebook — Instagran  — Twitter