Após populares encontrarem os corpos de três adolescentes no povoado Mato Grosso, na zona rural de São Luís, nas proximidades onde estão sendo construídas residências do Minha Casa, Minha Vida, houve uma onda de protestos na região.
Moradores da área já tocaram fogo em máquinas usadas na construção das casas e em ônibus que eram usados na obra. Além disso, há informações de que populares não estão deixando o ônibus coletivo passar pela localidade.
As manifestações, segundo os moradores, é devido à desconfiança de que vigilantes de uma empresa privada, que fazem a segurança da obra, tenham envolvimento com a morte dos adolescentes. Porém, esse fato ainda não foi confirmado pela Polícia Civil, a qual ainda está iniciando as investigações sobre o caso.
O triplo homicídio está sendo investigado pela Superintendência Estadual de Investigação de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP), a qual ainda não deu nenhuma declaração oficial sobre a morte dos meninos. O que se sabe, até agora, é que dois vigilantes já se apresentaram, deliberadamente, para prestar depoimento na SHPP.(Fonte: Imirante)