Menos de uma semana após ter conquistado o bicampeonato doCircuito Mundial de Surfe, no Havaí, o paulista Gabriel Medina, de 25 anos, retornou para casa em grande estilo.
Neste domingo (24), ele desfilou em carro aberto ao lado da família pelo município de São Sebastião, no litoral norte de São Paulo, onde está localizada a praia de Maresias.

Medina foi criado na região e é conhecido pelos moradores como o “filho ilustre”. Muitos, inclusive, recordam as primeiras ondas surfistas pelo menino que hoje se tornou ídolo nacional.
A apoteose da festa para Medina foi na Praça do Surfe, onde ele aproveitou para agradecer ao público.
“É muito gratificante ser recebido assim, especialmente porque é o lugar onde eu sempre morei. Passo o ano todo viajando, mas aqui é para onde eu sempre volto. Foi aqui que tudo começou, onde tenho amigos e família. Meus treinos são todos aqui.
Em Maresias e Paúba estão as ondas que eu mais surfei. Então, é especial estar aqui agora. Sou apenas mais um menino de Maresias que sonhava bastante”, disse o bicampeão mundial de surfe. A mãe dele, Simone, também falou algumas palavras. E um pastor amigo da família foi convidado para fazer uma oração de agradecimento.
Gabriel Medina foi o primeiro brasileiro a se tornar campeão mundial de surfe, em 2014, com apenas 20 anos.
Em entrevista recente, reconheceu ter “relaxado” um pouco após o feito, mas, ainda assim, nos últimos chegou perto de ser novamente campeão. Neste ano, com atuações regulares durante toda a temporada, esteve sempre os cinco melhores do ranking, assumindo a liderança isolada a três etapas para o final do tour.
O título foi assegurado de forma emocionante somente na semifinal da última etapa do calendário, o Pipe Masters, no Havaí, evento do qual ele também se tornou campeão em  2018.