Alemão não deu chances ao número 1 do mundo e venceu em sets diretos
A rigor, a carreira de Alexander Zverev ainda está no início. O alemão tem apenas 21 anos de idade mas vem jogando tênis de altíssimo nível. Ele deu mais uma prova neste domingo (18) ao encerrar a invencibilidade de Novak Djokovic e conquistar o ATP Finals, em Londres, o maior título da carreira até agora.
Vale destacar que a vitória sobre o sérvio, número 1 do mundo, aconteceu um dia após eliminar outro monstro sagrado do esporte: o suíço Roger Federer. Em uma atuação sólida e agressiva, Zverev venceu Djokovic por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/3.
Este foi o quarto título do alemão nesta temporada. Ele também foi campeão em Munique, Washington e do Masters 1000 de Madrid, além de finalista dos Masters de Miami e Roma. Na segunda-feira (19), ele estará em quarto lugar no ranking da ATP, na cola de Federer para pular para terceiro.
A ousadia de Zverev em quadra o tornou o primeiro jogador alemão a ganhar o Finals desde Boris Becker, em 1995. É também o campeão mais novo desde que Djokovic bateu Nikolai Davydenko para a conquista do primeiro de seus cinco títulos na competição, em 2008.
Guga 
Maior tenista brasileiro da história, Gustavo Kuerten foi homenageado nesta edição e coube a ele entregar o troféu nas mãos de Zverev.