Em ato pró-Haddad (PT) realizado nesta quarta (24), no Rio de Janeiro, o cantor e compositor Chico Buarque se posicionou contra Jair Bolsonaro (PSL) e se atribuiu aos eleitores da periferia como a maior chance de virada do petista no segundo turno, por serem os mais atingidos pela violência.
“Eu tenho esperança que nas periferias, onde afinal está o povo que mais sofre com a miséria e a violência e votaram por mais miséria e mais violência – votaram contra si mesmos – eles talvez na última hora virem o voto. Não queremos mais mentira, não queremos mais força bruta”, afirmou o cantor.
Chico ainda lamentou a onda de agressões contra minorias sociais motivadas por questões políticas. “Ninguém sabe onde vai parar a matança de gays, de mulheres, de trans estudantes e capoeiras que ousaram dizer que votam no PT”, lamentou.
Veja o vídeo divulgado pela Mídia:

Leave A Reply