Depois de marcar dois gols em um amistoso, o jamaicano Usain Bolt pode estar próximo de um contrato no futebol profissional. De acordo com a Agência Efe, o ex-velocista negocia para ficar definitivamente no elenco do Central Coast Mariners, clube no qual ele está treinando.
O grande problema para Bolt está na questão financeira. Em comunicado, o time australiano afirmou que precisa de uma contribuição externa para manter o tricampeão olímpico.
“Sem a contribuição financeira externa de terceiros, é improvável que Usain Bolt e o Central Coast Mariners possam entrar em acordo.
As negociações continuam com Usain Bolt e seu agente a respeito do seu futuro no futebol”, diz o comunicado.
Nos últimos dias o empresário de Bolt, Ricky Simms, afirmou que o agora jogador recusou uma proposta do La Valletta, um time de Malta. “Existem muitos clubes interessados em Usain. Recebemos constantemente várias abordagens. Posso confirmar que Usain não vai aceitar a proposta para jogar em Malta”, afirmou.