A desembargadora Maria do Carmo Cardoso do Tribunal Regional Federal da 1 Região revogou a prisão temporária do ex-secretário de Saúde, Ricardo Murad (PRP). Ele estava sob custódia desde quinta-feira, 18, após se apresentar espontaneamente na sede Polícia Federal.
Ricardo Murad era um dos alvos da Operação Sermão aos Peixes, que investiga desvio de dinheiro pública da Saúde do Maranhão.
Em sua sexta fase, a operação que resultou na prisão de Murad foi denominado de Peixe de Tobias, que segundo a PF, foram coletados indícios de que, entre os anos de 2011 a 2013, cerca de R$ 2 milhões, destinados ao sistema de saúde estadual, teriam sido desviados para uma empresa sediada na cidade de Imperatriz.

Siga o MA+ no Facebook — Envie sua informação para o WhastApp (98) 98434-6482

Leave A Reply