De acordo com o Ministério da Saúde, a prevalência geral estimada de HPV entre jovens e adolescentes é de 54,6 %, dos quais 38,4 % são casos de alto risco

Dados preliminares do projeto POP-Brasil – Estudo Epidemiológico sobre a Prevalência Nacional de Infecção pelo HPV mostraram que a prevalência estimada da doença entre os jovens é de 54,6%, dos quais 38,4% são casos de alto risco para o desenvolvimento de câncer. As informações, foram divulgadas nesta segunda-feira pelo Ministério da Saúde.

A pesquisa, realizada em conjunto com o Hospital Moinhos de Vento de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, foi realizada em 26 capitais brasileiras e Distrito Federal. Das 7.586 entrevistas, 2.669 (35%) foram analisadas para tipagem de HPV. Dessas, mais da metade apresentaram algum tipo do vírus, sendo que 38,4% tinham a forma mais grave, que aumenta o risco de câncer. Todos os participantes têm entre 16 e 25 anos de idade e são usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).