Diário de Rosário

Uma intensa troca de tiros entre um policial militar da lotado na 7ªCI e dois dois suspeitos deixou resultou em uma pessoa identificada por Carlos Augusto Sousa e Sousa, vulgo “Carlinho”, morta na noite deste domingo, 8, no centro do município de Rosário.

O confronto que assustou a população pela quantidade de disparos, aconteceu nas proximidade da Praça do Coqueiro, quando ambos em motocicletas se encontraram. De acordo com o comando da policia militar os suspeitos teriam tentado contra a vida do policial.

Carlos Augusto, “Carlinho”, foi alvejado ainda na rua e procurou abrigo, correndo para um bar, mas no trajeto voltou a ser alvejado, caindo no interior do estabelecimento comercial. O segundo suspeito conseguiu fugir da cena dos disparos e procurou refugio em uma Igreja Evangélica, há cerca de 300 metros.

Foram apresentados na delegacia regional de policia civil, uma motocicleta e duas pistolas de calibres não informado usadas durante o confronto.

Culto interrompido 

A fuga do suspeitos até o momento não identificado, que sobreviveu ao confronto acabou no Templo Central da Igreja Evangélica, Assembleia  de Deus, quando o mesmo invadiu o local após alguns disparos. O culto estava em andamento quando foi interrompido.

A igreja em Rosário é presidida pelo Pastor Evangélico Newton Gama, pai da deputada federal Eliziane Gama.

A cena da invasão do suspeito com arma em punho provocou panico aos fieis que participavam do culto; muitos deitaram no chão para evitar serem atingidos. Com a arma nas mãos, mas sem munição o suspeito foi contido e desarmado.

Hospital

Mesmo com o reforço da policia militar e da guarda municipal, parentes e familiares, mediante a dor chegaram a tentar abrir a força o portão da portaria do Hospital Municipal – SESP, para ter acesso ao corpo da vítima, Carlos Augusto Sousa e Sousa, vulgo “Carlinho”. A situação chamou atenção de populares que permaneceram na frente do hospital até por volta de 22h.

Um irmão da vítima, não identificado, que aparentava estar sobre efeito etílico foi detido e algemado pela Policia Militar, que tentava acalmar os ânimos.