Por Cely Oliveira

Nesta fase, os técnicos irão visitar as famílias que possuem gestantes e crianças com idade até seis anos

— Apoiar a gestante e a família na preparação para o nascimento da criança e promover o desenvolvimento infantil de forma integral. Estes são dois dos objetivos do programa ‘Criança Feliz’, criado pelo Governo Federal e que está sendo desenvolvido em Rosário, sob a coordenação da Secretaria Municipal de Assistência Social.

Os profissionais contratados para os trabalhos já estão em campo, após passarem por um processo de qualificação realizado pela Prefeitura. As equipes estão realizando visitas em domicílios de crianças e gestantes na Sede, Centro, Vila Pereira, São Simão, Cohab II e Malvinas.

Segundo o secretário municipal de Assistência Social, Ulcilas Batista de Carvalho, esta etapa dá início a um processo de acompanhamento das crianças e gestantes, que é quando os técnicos fornecem orientações sobre práticas que estimulam vínculos familiares e comunitários, bem como o desenvolvimento infantil.

— Estes profissionais estão capacitados em diversas áreas, como saúde, educação, direitos humanos, cultura, dentre outros, de forma que estão aptos a atuarem no Programa colaborando para que se atinjam os objetivos propostos — explica.

Para a prefeita Irlahi Moraes (PMDB), o ‘Criança Feliz’ é uma importante estratégia de políticas públicas, pois auxilia famílias a desenvolverem métodos que promovam o desenvolvimento de crianças. Ela diz ser importante que os gestores ofereçam aos cidadãos instrumentos para o desenvolvimento social que estejam além da esfera econômica.

Países enfrentam as desigualdades sociais investindo na base, ou seja, na educação e na saúde, sobretudo na primeira infância. Este é exatamente o foco do ‘Criança Feliz’, que estamos implantando em Rosário — justifica.

Para a assistente social, Neuza Maciel, o Programa está permitindo que os profissionais da Secretaria Municipal de Assistência Social ampliem o contato com as famílias.

Isso é extremamente benéfico, pois estamos podendo auxiliar na resolução de problemas dos grupos familiares com maior facilidade — afirma.