fotos_44_karlos-geromy_16_03_2016_inauguração-do-restaurante-popular-no-bairro-do-são-francisco-17

A proposição do vereador Pedrosa Filho – Necó (PMDB) tem como objetivo instituir em nosso Município o Programa Restaurante Popular, que por sua natureza social e educacional repercutindo diretamente no modo de vida das pessoas beneficiadas, buscando amenizar o problema da fome sob seus aspectos de segurança alimentar e nutricional, visto que o projeto proporcionará às pessoas beneficiarias um avanço social e cultural, promovendo o resgate da cidadania através do direito a uma alimentação saudável e nutricional. Elevando os indicadores de auto-estima e qualidade de vida.

O programa restaurante popular será parte integrante da política de segurança alimentar e nutricional do Município de Rosário.

A alimentação exerce grande influencia sobre o indivíduo, principalmente sobre sua saúde, capacidade para trabalhar, estudar e aumentar a expectativa de vida. Ocorre, que uma pessoa mal nutrida, com alimentação pouco variável, não terá condições de realizar qualquer atividade que dependa de esforço muscular ou cerebral, havendo excesso de alimentos, leva a obesidade que provoca o desanimo, cansaço e outros problemas, sendo assim, cuidar a alimentação é a garantia de uma necessidade básica do homem de extrema importância em sua vida.

Pois a má alimentação mantida durante muito tempo, provoca aos seres humanos degenerações que o atingem ainda na gestação e o acompanha em sua curta vida. Diante dessa realidade, a alimentação tem influencia decisiva na vida das pessoas, não podemos esperar produção e desenvolvimento harmônico de uma sociedade mal nutrida.

Torna-se imperioso a implantação do programa restaurante popular no Município de Rosário, tendo como finalidade atender e amenizar tais impactos prejudiciais à saúde das pessoas que se encontram em situação de riscos alimentares e nutricionais.

O restaurante popular a possibilidade de criar uma rede de proteção alimentar em áreas de grande circulação de pessoas que realizam refeições fora de casa atendendo dessa maneira os segmentos mais vulneráveis do ponto de vista nutricional.

PL 043 Incentivo na primeira infância

A proposição prende-se ao fato da necessidade de instituir no âmbito do território rosariense valiosa politica publica que encontra-se devidamente fundamentada em consonância com a Constituição Federal de 1988 que reconheceu como direitos sociais entre outros, a educação, a saúde, a assistência social, a proteção a maternidade e à infância, sendo competência do poder público proporcionar os meios de acesso para a sua efetivação.

Devendo a municipalidade rosariense promover a educação, a saúde e a assistência social à população, por meio da oferta de serviços, projetos, programas e benefícios específicos e gratuitos, de acordo com necessidades particulares e coletivas.

Fortalecimento da Agricultura Familiar 

O objetivo é fortalecer a agricultura familiar do nosso município que tem como principal fonte de renda os produtos oriundos da zona rural através do cultivo de grãos (feijão, milho e arroz) hortaliças, verduras, frutas e raízes (alface, couve, cebolinha, cheiro verde, pimentas, maxixe, quiabo, abobora, batata doce, mandioca, macaxeira, melancia, manga, banana, etc) e pequenas criações de frango caipira, o rebanho bovino do nosso Município é pequeno, gira em torno de 500 cabeças distribuídas em pequenas propriedades.