x

Houve redução de acidentes (26%), mortos (23%) e feridos (8%) em relação ao ano anterior nas rodovias federais que cortam o Maranhão

São Luís – A Polícia Rodoviária Federal no Maranhão divulgou na manhã desta sexta-feira, na sede da Instituição no km 2 da BR 135, o balanço das ocorrências de 2016 nas rodovias federais que cortam o estado. Os resultados confirmam a tendência de queda de acidentes e de óbitos nas BRs e, por outro lado, o aumento dos números da fiscalização e dos trabalhos educativos.

No total, a quantidade de acidentes foi de 1.464, número bem menor comparado com o ano de 2015, que foi de 1.978. O mesmo aconteceu com a quantidade de óbitos nas rodovias, que diminuiu de 292 para 223, uma queda bem considerada, ainda mais quando se leva em conta os anos de 2012 e 2013, ocasião em que morriam mais de trezentas pessoas anualmente.

O número de feridos não conseguiu acompanhar de perto as outras estatísticas, mesmo assim houve redução de 8%. A redução menor foi em razão de alguns acidentes pontuais envolvendo ônibus. Acidentes com este tipo de veículo geralmente deixam dezenas de feridos de uma só vez. Foi o caso de uma ocorrência na BR 226, entre Barra do Corda-MA e Lajeado Novo, ocasião em que o condutor de um ônibus se distraiu e o veículo saiu de pista e tombou deixando mais de 50 feridos.

Outro acidente com veículo de transporte coletivo foi na saída de Imperatriz, na chegada da BR 010, um ônibus não conseguiu fazer uma curva e acabou tombando e ferindo dezenas de passageiros. Aumento mesmo foi no quesito fiscalização e ações educativas.

Nesta os números são bem expressivos. Entre os motivos da redução dos acidentes, além do aumento na fiscalização, estão a conscientização do condutor, a entrada em vigor da lei do farol baixo aceso durante o dia, maior rigor na legislação de trânsito e melhor conservação e sinalização das rodovias.

Vale lembrar que a conscientização do condutor se deve a vários fatores, em especial a realização de ações educativas por parte da PRF, às inserções de políticas governamentais sobre segurança no trânsito veiculadas na mídia diariamente, e a maior atenção dos veículos de comunicação do estado na cobertura diária das ocorrências nas rodovias federais, o que deixa os usuários das BRs mais inteirados das condições da via e cientes das situações de riscos nas diferentes regiões do estado do Maranhão.

O ano de 2017, por outro lado, começou preocupante. A grande quantidade de chuvas iniciadas ainda em dezembro de 2016 vem contribuindo para ocorrências de acidentes acima da média neste início de ano, inclusive, com feridos graves e óbitos. Falta de atenção do condutor e do pedestre foram responsáveis por mais de 30% dos óbitos nas rodovias neste mês de janeiro de 2017. Foram 21 óbitos em 25 dias. O ano já começou acendendo o sinal amarelo. (Núcleo de Comunicação Social da PRF)

Leave A Reply