x

Lançada há quatro anos no Brasil para a Copa do Mundo, a tecnologia 4G da telefonia móvel deve ultrapassar o número de linhas 3G até o fim deste ano ainda concentrada nas maiores cidades do país e com pouca competição. De acordo com dados da consultoria Teleco, a expectativa é chegar em dezembro com mais de 90 milhões de chips trafegando na rede que permite ver vídeos em alta velocidade.

O número de linhas vai praticamente dobrar, já que hoje há 56 milhões de usuários 4G. Por outro lado, a rede 3G vai perder força, caindo dos atuais 124 milhões para menos de 90 milhões.

Mas, mesmo com avanço no número de usuários 4G no Brasil, 4.093 dos 5.570 municípios não contam com a tecnologia. Dos 1.477 municípios que já oferecem celulares habilitados em 4G, 65% (963 cidades) têm apenas uma das cinco operadoras, de acordo com dados compilados pela Teleco.

A qualidade do serviço também é criticada, sobretudo com a crise econômica, que fez as empresas cortarem investimentos. Vivo, Oi, Claro, Tim e Nextel só competem juntas em 4G em 11 cidades – todas do Rio de Janeiro. As quatro maiores empresas só estão juntas em 262 cidades – 17,7% dos locais com 4G. Em geral, são as capitais e cidades das regiões Sudeste e Sul.

Internet. Relatório da consultoria OpenSignal mostra que nenhuma operadora oferece 4G estável no Brasil

Leave A Reply