brasil_alfabetizado

Em nota oficial divulgada na terça-feira, 30, o Ministério da Educação assegura que o governo federal considera a alfabetização uma política pública prioritária, que tem sido debatida com vários segmentos da sociedade, como educadores, gestores, sociedade civil.

Os programas hoje existentes estão sob avaliação para que o país possa promover combate efetivo ao analfabetismo.

A nota expõe claramente os problemas enfrentados pela atual gestão, principalmente quanto à questão orçamentária. Apesar das restrições, o MEC enfatiza que o programa Brasil Alfabetizado continua em execução e hoje atende a 167 mil alunos.

A nota afirma ainda que um novo ciclo do programa será aberto até novembro deste ano para cadastramento de novas turmas e vagas, de forma que aulas comecem em 2017.

Assessoria de Comunicação Social

Confira a íntegra da nota oficial do MEC sobre o programa Brasil Alfabetizado.