RIOEC8H05A711_768x432

A seleção brasileira de vôlei perdeu para a China no início da madrugada de hoje e foi desclassificada da Rio 2016, fechando um dia negro para as meninas do esporte brasileiro. Fabiana Mürer, no salto com vara, o handebol e o futebol também tinham ficado pelo meio do caminho.

Parecia que o time do técnico José Roberto Guimarães não teria dificuldades para passar pela China e chegar à semifinal da competição. Mas não foi nada disso que aconteceu. Depois e um primeiro set arrasador, as meninas do Brasil, visivelmente nervosas em quadra, erraram bastante e perderam de virada por 3 a 2 parciais de 25/15, 23/25, 22/25, 25/22 e 13/15.

As chinesas voltam à quadra amanhã, às 13h, diante da Holanda, que venceu a Coreia do Sul também ontem por 3 a 1, para tentar uma vaga na grande decisão do vôlei feminino nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

No primeiro set, o Brasil “atropelou” as adversárias sem dar qualquer chance as chinesas. A vantagem no placar chegou aos 11 pontos. Quando a torcida que lotava o Maracanãzinho já acreditava que passar pelas orientais seria tarefa fácil, a equipe da China mostrou o contrário.

Aproveitando dos erros e do nervosismo de Sheilla e companhia, as chinesas venceram os dois sets seguintes, sempre com as donas da casa ameaçando o placar, mas sem conseguir tomar a ponta. Na reta final do quarto set foram as meninas dos olhos puxados que abusaram dos erros e as brasileiras souberam aproveitar, levando a decisão para o tie-break. Na quinta e derradeira etapa, o Brasil também não conseguiu segurar a pressão e caiu em casa para desespero da torcida. (Glaucio Castro)